Crítica Jurassic World: Acampamento Jurássico

Poster de Divulgação da Primeira Temporada

Jurassic World: Camp Cretaceous (Jurassic World: Acampamento Jurássico) é a mais nova série de animação da Dreamworks Animation em parceria com a Netflix e Amblin Entertainment e a primeira série oficial da franquia Jurassic Park. A série possui 8 episódios de mais ou menos 25 minutos e tem como alguns dos produtores executivos ninguém menos que Colin Trevorrow (diretor de Jurassic World) e Steven Spielberg (diretor de Jurassic Park e Mundo Perdido) e tem seus episódios dirigidos e escritos por vários profissionais diferentes, um ou mais por episódio.

A série tem o formato de animação CGI, com o foco nos detalhes dos Dinossauros, mais do que dos personagens humanos, e se passa na Ilha Nublar durante os eventos de 2015 mostrados em Jurassic World. A série começa com o personagem principal Darius Bowman (com a voz de Paul-Mikél Williams), um Nerd de Dinossauros que tinha junto de seu pai o sonho de conhecerem juntos o parque.Após conseguir vencer um desafio em Realidade Virtual, ele consegue uma viagem para testar a mais nova atração do Jurassic World, Camp Creataceous, que é uma espécie de acampamento em outra área da ilha, prometendo um contato muito mais com os animais.

Darius é acompanhado por outros 5 adolescentes, Brooklynn (Jenna Ortega) uma influenciadora com 27 milhões de seguidores, Kenji Kon (Ryan Potter) um garoto rico e mimado, Sammy Gutierrez (Raini Rodriguez) uma menina extremamente animada em estar ali e que a sua família fornece a carne para o parque, Yasmina “Yaz” Fadoula (Kausar Mohammed) uma atleta patrocinada pelo Jurassic World, bastante reservada e séria, e Ben Pincus (Sean Giambrone) um menino cheio de manias  e apavorado com tudo. Os 6 são monitorados por Roxie (Jameela Jamil) que é a monitora do acampamento e seu parceiro Dave (Glen Powell) que faz de tudo para ser o mais descontraído possível.

Nostalgia é a palavra principal para Camp Cretaceous, tanto com a utilização da música tema original, quanto por referências, easter eggs de todos os filmes da franquia, como também pela realização de todo fã dos filmes, que é ver mais perto o parque funcionando, como é o dia a dia dos funcionários e ficar com a imaginação ainda mais perto do que seria na vida real. Mesmo sendo considerada como classificação “Livre”, a série possui um clima bem parecido com os filmes, podendo assustar as crianças dependendo da idade, mas fora isso, é com certeza um programa para toda família, desde os pais que irão assistir e se emocionar pela nostalgia, até as crianças pela proximidade com a animação, os personagens novos e claro, os dinossauros. Já existe grande chances de uma segunda temporada ocorrer, principalmente devido ao sucesso da primeira temporada, que chegou a ficar em primeiro lugar no Brasil por alguns dias, e na sua primeira semana, continua nos TOP10 mais assistidos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: