Crítica | Voando Alto – Opção de Cinema Para os Pequenos

            Com tanta produção estreando nos cinemas, quem tem filho muito pequeno fica sem opção, pois boa parte dos longas que chegam às telonas têm tramas mais complexas, voltadas para um público um pouquinho mais crescidinho. Felizmente nessa semana de Dia dos Pais chega para o público ‘Voando Alto’, desenho-animado totalmente voltado aos pequeninos.

            Tudo começa quando um casal de gaivotas encontra um ovo diferente em seu ninho, e, pouco tempo depois o filhote que nasce se mostra um pouquiiiinho diferente do que eles esperavam. Com o passar do tempo, o pequeno filhote passa a ser criado por sua família de gaivotas junto com outros jovens, e, como era de se esperar, Manou começa a passar dificuldades, justamente porque ele era diferente dos outros: na verdade ele é uma andorinha. Como pano de fundo, a história trabalha os temas de adoção, do bullying e da aceitação das diferenças – questões bastante sensíveis ainda hoje, embora muito tenha se avançado nessas discussões.

            Com uma história fofinha e oportuna, a direção de Andrea Block e Christian Haas, entretanto, se mostra bastante insegura. Isso porque a sensação que se tem é que o filme não tem continuidade, as cenas são intercaladas por cortes bruscos e constantes, por vezes sem dialogar com a cena anterior ou mesmo sem se conectar com a trama no geral. Os personagens secundários são jogados na história sem serem apresentados, o que faz o espectador achar que perdeu alguma coisa.

            Apesar disso, a qualidade técnica da animação surpreende. Para quem entende do assunto, ver com alta definição as penas dos pássaros e o aspecto molhado da penugem quando eles entram no mar é realmente de encher os olhos. Porém, se por um lado os detalhes são incríveis, por outro a animação é um pouco engessada, como se os movimentos dos personagens estivessem um segundo mais lerdo, o que os deixa sem fluidez, meio mecânicos.

            Mas, sabemos que nada disso importa para os pequenos, que só querem se divertir com desenhos que sejam realmente animados. Neste quesito, ‘Voando Alto’ se mostra uma boa e animada opção para entreter os pequerruchos, embora não prenda a atenção dos pais.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: